Museu Nacional de Belas Artes – Um programa para o inverno carioca

Nesta época do ano, o frio  pode chegar aos 9°C, tornando inviável fazer passeios ao ar livre, pensando nisso, surgiu essa dica de entretenimento que envolve histórias, culturas e sentimentos. Se você é bom de chute, estou falando de um lugar especial, o Museu Nacional de Belas Artes, localizado no centro do Rio.

Para quem não entende muito de arte como eu, não tenha receio de apreciar. A arte fala de forma muito particular a cada pessoa, além do mais, cada exposição traz consigo o nome do autor, o ano de criação e muitas vezes o título com alguma informação histórica. Agora vamos fazer um passeio.

Para começar, só as paredes externas do museu dão um ar diferenciado em meio ao edifícios e lojas modernas. O acesso se dá por uma linda e larga escada bifurcada em mármore. Há exposições fixas e temporárias e neste dia, as fixas mais me impressionaram. A sala à direita abriga a Galeria de Arte Brasileira do Século XIX que de cara exibe um imenso quadro que retrata o descobrimento do Brasil. Não irei contar os detalhes por motivos óbvios: instigar a sua curiosidade.

Museu Nacional de Belas Artes (7)

Museu Nacional de Belas Artes (3) Museu Nacional de Belas Artes (2)

A seguir, passei pela Galeria de Arte Brasileira Moderna e Contemporânea. Aqui a gente faz uma visita ao passado não muito distante. Pinturas abstratas e esculturas geométricas nos deixam à vontade para sentir e interpretar.  Outra exposição que é temporária intitulada ‘’Você está aqui! Rio de Janeiro’’, explora os diálogos entre nossa cidade e o carioca. Pra quem é carioca de berço, tudo faz sentido e não é difícil entender esse amor pelo Rio.

Por fim, as Galerias de Moldagens I e II abrigam cerca de 150 obras em gesso que retratam os períodos helenístico romano e período grego Clássico. Foi por esta que eu me apaixonei. Mesmo sem entender muito, deu pra viajar e sentir. Estas exposições são réplicas feitas em moldes diretos nas obras originais. Como esta técnica está proibida, as esculturas do museu agregaram mais importância e valor. Felizmente elas estão aqui!

Museu Nacional de Belas Artes

Museu Nacional de Belas Artes  Museu Nacional de Belas Artes (5)

Se você curte um passeio mais reflexivo, visite este museu.

Tome nota:
Siga as regras do lugar;
Ao subir pelas escadas, existe uma sala à esquerda que guarda volumes;

 

Informações:

Entrada é R$5 inteira e R$2,50 meia.

Telefone: 21 3299 -0622

Endereço: Av. Rio Branco, 199 – Centro

 

Como chegar
Parte da Avenida Rio Branco virou um imenso calçadão, por isso, o acesso é feito pelo VLT (uma espécie de bondinho moderno) que parte do Aeroporto Santos Dumont. Os itinerários não estão concluídos, por isso sugiro que salte no Final da Presidente Vargas e siga caminhando. O museu está próximo à Cinelândia.

Deu vontade? Vai lá. Espero que gostem. Um grande abraço e até o próximo post.

Alex Speak

Obrigado por ter visitado nosso blog! Sou carioca, inquieto, mochileiro. Exploro cada pedacinho do Rio em busca de novos ares, novas paisagens e novos encantos. Curtam com a gente!!

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Lívia disse:

    Parabéns pelo post, adorei a dica!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *