Centro Histórico de Vitória – Visitar Vitória

Atualizado em Maio de 2016

Um dos passeios mais tradicionais de todo turista, com certeza é o centro histórico da cidade. Pena que os moradores do local não fazem esse tipo de passeio.A capital de Vitória até alguns anos atrás estava meio defasado no quesito turismo no centro histórico da cidade. Hoje em dia, o quadro mudou para melhor. É possível visitar os patrimônios históricos através do projeto Visitar Vitória, que atende os turistas e visitantes contando toda história da construção. E o melhor, é gratuito.

Escolha um ponto de partida, pegue seu passaporte cultural e embarque nas grandes histórias de Vitória.
Centro de Vitória
Olha aí o meu passaporte completo dos carimbos
Os monumentos que fazem parte do projeto Visitar Vitória são:  Theatro Carlos Gomes, Igreja Nossa Senhora do Rosário, Convento de Nossa Senhora do Monte do Carmo, Convento de São Francisco, Igreja de São Gonçalo, Catedral Metropolitana de Vitória e Capela de Santa Luzia.
Nossa visita começa pelo Theatro Carlos Gomes que foi inaugurado em 1927 e tombado pelo Conselho Estadual de Cultura em 1970. No ano de 2004 foi realizado a sua última restauração.

Quem visita o lugar pode encontrar estilos característicos ao Neoclássico e barroco, além do teto da plateia que encontra-se uma pintura de Homero Massena.

theatro carlos gomes
Theatro Carlos Gomes. Foto do prédio e do teto da plateia.
Hoje, Carlos Gomes é um dos principais espaços culturais na cidade. Tendo capacidade para 470 pessoas.
Atrás do Theatro, encontramos a Igreja Nossa Senhora do Rosário que está edificada no morro Pernambuco. O templo foi construído em 1765, passando pela última reforma em 2013.
Quem chega na Igreja não imagina que as palmeiras imperiais que estão lá vieram do Rio de Janeiro em 1872. A igreja tinha uma casa de leilão que tinha como objetivo de arrecadar verbas para comprar a alforria de outros escravos.

igreja nossa senhora do rosário
Igreja Nossa Senhora do Rosário. Foto de fora e do altar da igreja.

Já o Convento de Nossa Senhora do Monte do Carmo, foi fundada em 1682 por padres carmelitas. Antigamente a construção era formado por uma capelinha, – que foi demolida em 1913 – uma igreja e o convento. Em 1913 a igreja antiga recebe uma roupagem eclética no estilo gótico. Hoje, o lugar funciona como igreja e o antigo convento passa a ser escola municipal.

Convento de Nossa Senhora do Monte do Carmo. Foto da faixada do prédio e do altar do templo.

Andando cerca de 200 metros do local, chegamos até ao Convento de São Francisco, que foi construído no final do século XVI pelos padres franciscanos Antônio dos Mártires e Antônio das Chagas.O convento passa por grandes reformas em 1744, recebendo ornamentos típicos do barroco. Em 1984 foi tombado pelo Conselho Estadual de Cultura como Patrimônio Histórico e Artístico Estadual.

HOSPEDAGEM: Encontre hotel em VITÓRIA aqui

convento de são francisco
Convento de São Franscisco.

O lugar já foi orfanato, escola de enfermaria, rádio, residência das Irmãs Carmelitas e até mesmo cemitério. Hoje, o lugar abriga a Cúria Metropolitana e várias entidades ligadas à igreja Católica.

Igreja de São Gonçalo, foi construída em 1766, mas antes dela ficar de pé, o lugar era palco de uma capela. A construção conta com mais de 300 anos de histórias.
A igreja conta com fachadas características do barroco. Em 1858 a Irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte e Assunção recebe o título de Confraria. Em 1948, foi tombada pela Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, incluindo as imagens e móveis.

igreja de são gonçalo
Igreja de São Gonçalo. Foto do templo e do altar.

Uma das construções mais famosas da cidade é a Catedral Metropolitana de Vitória, que foi inaugurada em 1970 – sendo quase 50 anos para construção. Antes de sua construção o lugar abrigava a igreja Matriz de Nossa Senhora da Vitória. A Catedral de Vitória foi construída para comportar os números de fiéis que não paravam de crescer; e o desejo das autoridades era em “modernizar” a Capital.

A igreja acabou de passar por uma reforma externa.  Hoje, a igreja é um dos símbolos mais importantes da Vitória.
catedral metropolitana de Vitória (1)-horz

E a Capela Santa Luzia é a obra mais antiga preservada na cidade, sua construção não tem uma data certa, mas supõe-se que ela foi construída entre os 1537 e 1540. A Capela funcionou normalmente até 1928. Após vários anos fechadas, ela quase foi ruinada, passando então por uma grande reforma nos anos 40. Sua última reforma foi em 2005.

centro hsitórico vitória

Capela Santa Luzia.

Fiz um resumo rápido de cada patrimônio, para aquele que deseja conhecer as edificações, se surpreenda com a história.
Não esquece de pegar o mapa histórico no primeiro patrimônio que for, assim ajuda você a se localizar melhor.
Informações:
Em todas as construções citadas no texto fazem parte do projeto Visitar, da prefeitura de Vitória. Em todos os patrimônios terão monitores  para te orientar e explicar a história do local.
O projeto Visitar Vitória funciona de quarta a domingo, de 13 horas às 17horas. Para grupos acima de 20 pessoas é necessário fazer agendamento pelos telefones (27) 3235-2813.
Seria interessante reservar uma tarde para conhecer todas as obras, mas as visitas podem ocorrer de forma aleatória dentro dos dias abertos.
Os guias ainda te orientam de como chegar no próximo lugar.
Todos os monumentos estão pertos um do outro, nas ruas também há placas sinalizando.

Como chegar:

Ir em direção ao centro, entrar na Avenida Jeronimo Monteiro, ao avistar o Museu de Arte do Espírito Santo, entrar na rua do lado direito do prédio. Segue em frente em uma pequena rua de pedra (tijolinho) e está na praça Costa Pereira, que fica o Theatro Carlos Gomes.
Quem seguir de ônibus, pode pegar qualquer linha que passa pelo centro e descer no ponto mais próximo da Costa Pereira.
**Informações dadas pelos guias e pelos folders.**

 

Deivson Santana

Capixaba de 25 anos, ama o Espírito Santo, mas adora desbravar lugares novos. É o tipo de viajante de gosta de conforto e luxo, como um bom taurino. Está no instagram como @deivsantana

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. Eu visitei Vitória no final de 2013, mas não tive tempo de conhecer melhor o centro histórico da cidade. vou colocar o link deste post lá no meu blog pq nem mesmo os sites oficiais tem informações tão completas sobre isso! http://taindopraonde.blogspot.com.br/2014/03/onde-se-hospedar-dicas-de-amigos-em-Vitoria-ES.html

  2. Gabi Pizzato disse:

    Oi Deivson! Não conheço nada por aí! Obrigada por divulgar! Abs!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *