6 Dicas de como evitar dores na coluna e fadiga desnecessária ao dirigir

A dor de coluna é a maior inimiga das horas no trânsito. Se você dirige muito no dia a dia, para ir e voltar do trabalho é muito provável que apresente dores na lombar. A principal causa desse mal é a má postura que afeta tanto aos motoristas como aos passageiros.

Os principais sintomas que evidenciam uma má postura são as contraturas nas regiões dos ombros e pescoço e a rigidez das articulações. Entre 30% a 60% dos motoristas vão apresentar esse transtorno.

Existe uma diferença por exemplo em quem dirige na cidade e quem dirige na estrada. Os taxistas por trabalharem dirigindo usam o freio e a embreagem milhares de vezes durante seus turnos. Já quem dirige longos períodos na estrada por exemplo passa muito tempo sem acionar esses pedais. A falta de mobilidade prolongada faz com que os músculos comecem a pesar e a circulação do sangue diminui sua atividade, decorrente da compressão causada pela gravidade.

O bombeamento do sangue é de extrema importância para a oxigenação do membros inferiores e a falta dele faz com que com o passar do tempo, sem movimento, o corpo comece a privilegiar o tronco e os membros superiores. Diante disso e com o transcurso do tempo e desse desgaste, a coluna será o próximo alvo. E um desconforto pode se transformar em dores intensas e queimações no calcanhar, por ficarem apoiados no piso longos períodos ao dirigir.

Foto: Pixabay

Da mesma maneira que um seguro de carros cobrem todos os tipos de imperfeições técnicas e protegem ao veículo em caso de imprevisto, é necessário de os condutores cuidem de suas colunas e saúde para evitar acidentes decorrentes da má postura.

1 – Ajustar o banco: Os ísquios são os ossinhos que constituem a região inferior da pélvis que apoia o nosso corpo quando estamos sentados. É importante ao sentar-se no banco do carro acomodar-se bem sobre o ísquios e só depois ajustar a distância do assento em relação aos pedais e ao volante.

2 – Retrovisor:  Ajuste o retrovisor sempre antes de sair da garagem. Se você em algum ponto do dia, em que está dirigindo, sente a necessidade de ajustar o espelho, significa que está caindo no banco. É necessário que você ajuste sua postura a como estava ao entrar no carro, antes do cansaço. Não se deixe persuadir pelo estresse, depois as dores podem fazer com que a experiência de dirigir seja ainda mais cansativa. Seja exigente consigo mesmo.

3 – Almofada: Deixe sempre uma almofada pequena no carro para o caso de se deparar um um engarrafamento muito longo ou com horas de estrada. Coloque-a entre o banco do carro e a região da lombar. Ela irá ajudar a manter a curva natural da coluna e relaxar a coluna um pouco mais por estar completamente apoiada. Isso significa menos cansaço ao manter a postura.

4 – Alongamento: ao planejar uma viagem ou mesmo no dia a dia esquecemos que o corpo precisa ser alongado. Na maioria das vezes que estamos num engarrafamento ou na estrada, pensamos apenas em chegar logo ou em paradas para lanches e idas ao banheiro. Mas é de extrema importância para a saúde de nossa coluna e articulações que façamos paradas com base no tempo de direção. É recomendado que a primeira parada seja de no máximo três horas após o início da viagem e que as próximas numa frequência de duas em duas horas.

5 – Circulação do sangue: Manter as pernas paradas em uma mesma posição por mais de duas horas reduz o fluxo de sangue e pode resultar em casos de trombose que pode ser superficial ou profunda. Com a idade isso é agravado. É importante sempre estarmos movimentando os pés girando ao parar na sinaleira ou em um intervalo da estrada. Outra dica é apertar e afrouxar as mãos do volante com alguma frequência, isso ajuda a estimular a circulação nas mãos e antebraços.  

6 – Ao sair: Quando saímos do carro é importante sempre estar atento para não torcer demais a coluna. Preste atenção para rotar todo o corpo e não apenas o tronco. As pernas devem acompanhar o movimento. Repetidas torções também podem ajudar no desgaste arriscando desenvolver uma hérnia de disco.  

 

Deivson Santana

Capixaba de 23 anos, ama o Espírito Santo, mas adora desbravar lugares novos. Viajante muquirana, mas que curte comer bem e gosta de hospedagem confortável. É o tipo que faz tudo por pontos aéreos.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *