Receita da Torta Capixaba

Na igreja Católica romana, o jejum de carne, que faz parte da quaresma, é uma tradição desde o século IV. Por causa disto, naquela época só podia comer frutos do mar, como carne.  Com o passar do tempo, a duração do jejum foi sendo reduzida à Semana Santa, e, atualmente, o jejum de 40 dias não é mais obrigatório, apenas “recomendado” na sexta-feira da Paixão.

Os portugueses já tinham hábito de saborear frutos do mar, e, os índios, de comer frutos do mar com palmito. Foi nessa época que os portugueses tiveram a ideia de acrescentar os mariscos e o bacalhau à mistura feita pelos índios. Desde então, foi “nascendo” a famosa torta capixaba.

torta capixaba

A semana santa está aí, né, gente?! Nada melhor do que comer uma saborosa e autentica torta capixaba. A gente vai ensinar pra vocês a receita que o pessoal do restaurante Sabor da Ilha,  na Ilha das Caeiras, Vitória nos passou.

Hospedagem:  Ache hotéis baratos em Vitória, aqui.

 

Você vai precisar de:

  • Alho; Cebola; coentro; Sal; Azeite; Azeitonas pretas; colorau Óleo – tudo isso a gosto.
  • 3 ovos
  • 20 gramas de azeitona verde
  • 220 gramas de palmito cortados
  • 220 gramas de bacalhau desviado
  • 220 gramas de sururu limpo
  • 220 gramas siri desfiado
  • 220 gramas de camarão limpo

 

Modo de fazer

Refogue o alho e a cebola no óleo, em seguida, acrescente um pouco de colorau  para dar cor.

Coloque o camarão, siri e o sururu, fique mexendo por alguns instantes até dar uma dourada. Em seguida, acrescente o palmito e as azeitonas verdes. Nunca pare de mexer. Depois coloque o sal, azeitonas pretas, azeite e o coentro. Misture até ficar tudo sequinho com aspecto de farofa. Coloque o recheio na panela de barro e deixe esfriar por alguns instantes.

 

Agora bata os ovos até ficarem uma neve. Despeje em cima do recheio, coloque pedaços de cebola em rodela e azeitonas pretas para enfeite. Leve ao forno por 30 a 40 minutos e prontinho.

Deivson Santana

Capixaba de 25 anos, ama o Espírito Santo, mas adora desbravar lugares novos. É o tipo de viajante de gosta de conforto e luxo, como um bom taurino, mas é muquirana. Faz tudo por ponto aéreos.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *