Parque da Catacumba

 Todo ano recebo amigos e parentes de diversos cantos do Brasil. Aí a gente inicia uma viagem clichê: Cristo, Urca, Copa, Maraca… E depois? É só isso? Não, não é só isso, calma. Há tanta coisa bacana que a TV não mostra, e cá entre nós, eu adoro os lugares pouco frequentados e de belezas tanto quanto as dos clichês que a TV  mostra!

Neste primeiro post, quero falar um pouco da Lagoa Rodrigo de Freitas, na Gávea, e de um cantinho MA-RA-VI-LHO-SO que fica por lá mesmo. Há algum tempo, a margem da Lagoa tem oferecido um espaço para recreação, patinação e piquenique.

Parque da Catacumba

Parque da Catacumba

Se você estiver de carro, é importante saber que com um tíquete de estacionamento, você pode estacionar no mesmo dia em vários pontos específicos às margens da Lagoa, basta apresentar o tíquete ao cobrador, assim você economiza uma grana e aproveita vários pontos daquele lugar que me encanta muito (o valor do estacionamento é de 2 reais).

O cantinho maravilhoso é o Parque da Catacumba, um espaço gratuito cheio de vegetação e exposição de artes ao ar livre. Há uma trilha de fácil caminhada e com pontos bem íngrimes. Vale à pena empregar 40 minutinhos numa subida e contemplar a Lagoa, o horizonte no oceano e outros pontos arrebatadores.

Parque da Catacumba

Uma das obras do parque

Parque da Catacumba

Uma das visões lá de cima

Parque da Catacumba

São basicamente dois mirantes: o primeiro é o Mirante do Urubu. Não tenho muitas palavras pra descrever aquilo que contemplei, tão pouco o que senti, vai lá!

O segundo é o Mirante do Sacopã, você precisa voltar à trilha do primeiro mirante, não tem erros, é tudo muito bem sinalizado por placas. Há também a prática de arvorismo alto e baixo, escalada e tirolesa, estes já são pagos, cerca de 35 reais.

Quando você já tiver visitado os espaços clichês, dê uma passada lá e descubra que o Rio é um prisma. Para quem não pretende ir de carro, saem ônibus da rodoviária na Central do Brasil, e da zona sul, inclusive do Cosme Velho onde se chega à estação do Corcovado. Não há metrô ainda.

Informações importantes:

É proibido o uso de aparelhos de som, levar animais de estimação e alimentar os animais silvestres. As bicicletas devem ficar no bicicletário do próprio parque. Em frente ao local há um estacionamento. Para entrar, atravesse a passarela. Leia o regulamento do espaço. Há comércio dentro e próximo ao parque.

Endereço:

Avenida Epitácio Pessoa, 3000 | Parque da Catacumba. Aberto de terça a domingo, de 9h30min às 16h30min (horário normal) e de 9h30min às 17ho0min (horário de verão).

Até a próxima!

Alex Speak

Obrigado por ter visitado nosso blog! Sou carioca, inquieto, mochileiro. Exploro cada pedacinho do Rio em busca de novos ares, novas paisagens e novos encantos. Curtam com a gente!!

Você pode gostar...

4 Resultados

  1. ALan disse:

    Amei o texto e com certeza vou arrumar um tempo na minha próxima ida ao Rio para visitar o parque.

  2. Alex Speak disse:

    Olá Alan,

    Agradeço o tempo empregado na leitura desta matéria. Você dizer que amou a leitura do texto nos coloca em patamar de reciprocidade. Quando você tiver visitado o Parque, esteja à vontade para contar sua experiência. Vai ser muito bom!

  3. Daiana disse:

    Parabéns pelo texto! Tem bastante informações e as fotos são lindas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *