Dois dias em São Paulo

Março de 2013 fui com minha amiga Dayanne conhecer São Paulo. Ficamos lá no Hotel Moraes, em Santa Ifigênia.

Tínhamos feito uma lista de tudo o que iriamos fazer nos dois dias por lá.
Nossa lista:
ü  25 de Março
ü  Brás
ü  Parque Ibirapuera
ü  Estação de Luz
ü  Museu da língua Portuguesa
ü  Vila Mariana (bares)
ü  Avenida Paulisa
ü  MASP
ü  Theatro Municpal
São Paulo

Ainda bem que era pra ser a lista, pois não saiu nada como programamos. Chegamos no hotel já era por volta de 15h. Logo que chegamos fomos na 25, Dayanne ficou louca com as coisas que encontrava barato. Seguimos andando até o Mercado Municipal que já estava fechando, fomos conhecer o famoso pastel. Gente!! Realmente os pastéis da lanchonete Tigrão – dentro do mercado- são deliciosos. Fiquei com o de camarão e Dayanne com o de Bacalhau. Os preços são na faixa de R$18,00 cada.

No segundo dia, fomos conhecer o Brás, ficamos de boca aberta com os preços que encontramos lá. Chegamos no hotel cansados de tanto andar, e resolvemos descansar, só não sabíamos que iriamos dormir e acordar no final da tarde. No início da noite fomos no conhecer por fora o Theatro Municipal de São Paulo, Avenida Paulista e a Estação da Luz. Não recomendamos ir na Luz a noite, lá é ponto de vendas de drogas e prostituição.

O Museu da língua Portuguesa, o parque Ibirapuera e a Vila Mariana não conseguimos conhecer. Talvez planejamos errado.
São Paulo
São Paulo
São Paulo
São Paulo
(Arte de um orelhão na Paulista)
– Fiz uma viagem pra São Paulo no começo deste ano a trabalho, consegui finalmente conhecer o Parque Ibirapuera, o MASP e ainda almoçar na Augusta! (pelo menos já conheço).
A exposição que acontecia no MASP não me agradou muito, como não entendo muito de Arte, gostei mais da exposição que vi no MAM no Rio de Janeiro.
Não conheço a vida noturna de “Sampa” ainda. Última vez que voltei, fui convidado a ir em uma festa na USP, uma pena que o frio não deixou eu ir. Sempre tem algum motivo que eu não consigo sair durante a noite. Mas assim que conhecer a vida noturna daquele lugar, compartilho com vocês.
Até a próxima! Espero que tenham gostado!

Deivson Santana

Capixaba de 23 anos, ama o Espírito Santo, mas adora desbravar lugares novos. Viajante muquirana, mas que curte comer bem e gosta de hospedagem confortável. É o tipo que faz tudo por pontos aéreos.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *